Saúde : Nutrição

Horta doméstica: alternativa econômica e sustentável

Quando se pensa em ter uma horta em casa, a primeira imagem que vem à cabeça é a necessidade de ter espaço, não é mesmo?

Porém, diferente disso, ter um amplo local não é um requisito essencial para essa atividade, que além de prazerosa, pode trazer economia e benefícios nutricionais à quem consome os alimentos cultivados de forma caseira.

O importante é destinar um espacinho em sua casa ou apartamento, que pode ser interno ou externo, adotando cuidados como acesso a animais, e informando-se sobre os tipos de plantas e cuidados específicos.

Existe uma grande variedade de verduras, vegetais, ervas e temperos que podem ser plantadas em casa, portanto para definição é importante levar em consideração o espaço disponível, as preferências e cuidados necessários a cada espécie.

Dicas de Plantio

Direto na terra: ideal para quem tem quintal amplo, nesse modelo tradicional as sementes ou mudas são plantadas direto na terra.

Vasos: s são alternativas práticas tanto para quem mora em casa quanto em apartamento, com várias opções de tamanhos, materiais, formatos e cores.

Embalagens recicladas: garrafas pet, latas de refrigerante ou alimentos, caixas de leite, potes de vidro. É uma saída barata, rápida e sustentável.

Floreiras: oferecendo um bom espaço, as floreiras são ótimas para uma horta compacta em pequenos espaços.

Caixas de madeira: espaçosos e baratos, caixotes de madeira e palets podem ser boas escolhas.

Horta vertical: ideal para quem mora em apartamento, esse modelo consiste em montar a horta aproveitando espaços próximos a paredes. A horta vertical pode ser plantada em vasos, embalagens recicladas, estruturas de madeira e sapateiras.

Materiais necessários

Vasos ou outro recipiente;

Pedras ou cacos de telha;

Cascas, argila de drenagem, ou manta para não deixar água acumulada nas raízes;

Substrato pronto, ou terra com adubo orgânico;

Muda de plantas da sua escolha;

Utensílio para plantio (pá de jardinagem);

Borrifador de água para os primeiros dias após o plantio;

Passo a passo

Primeiramente colocar pedra no fundo do recipiente, e em seguida, as cascas ou outro meio de drenagem, incluindo também uma porção da terra adubada.

Adicionar a planta (muda) e preencher o recipiente com o restante da terra, firmando bem a planta. Borrifar um pouco de água e aguar uma vez ao dia ou conforme indicação da espécie.

Montar a sua horta em um local arejado, com incidência solar indireta, preferencialmente.

Com estas dicas, você poderá ter uma diversidade de plantas alimentícias para atender sua família.

Meu Sesc

Agora digite sua senha

Recuperar senha
Insira abaixo o seu login cadastrado ou o n˚ do seu Cartão Cliente Sesc e receba instruções e o link para criar uma nova senha.