Direitos e deveres

O Sesc/PR estipula na Política de Privacidade, nos Termos de Uso e nos Direitos e Deveres as condições para utilização do Site (www.sescpr.com.br) e Aplicativo da Entidade por intermédio dos quais os Clientes acessam as informações e os serviços disponíveis, além de terem plena ciência de suas obrigações e responsabilidades.

1 INTRODUÇÃO

  1. O Sesc é pessoa jurídica de direito privado, Entidade de Educação e Assistência Social sem fins lucrativos, que tem por finalidade estudar, planejar e executar medidas que contribuam para o bem-estar social e a melhoria do padrão de vida dos trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo e suas famílias.
  2. O Sesc mantém projetos que buscam promover uma adequada e solidária integração dos indivíduos e grupos da sociedade e, bem assim, o desenvolvimento do exercício da cidadania, promovendo ações no campo Educação, Saúde, Lazer, Cultura e Assistência Social.
  3. O Sesc normatizou, por intermédio da Resolução Sesc/CN n.º 1.361/2017 as Normas Gerais para Habilitação no Sesc, por intermédio da qual se define como se caracteriza os tipos de clientes do Sesc, como se dá o processo de habilitação e acesso aos serviços da Entidade, quais são os critérios para acesso aos serviços e os Direitos e Deveres do Sesc e os Direitos e Deveres do Cliente/Usuário.
  4. Assim, o presente termo do Sesc/PR de Direitos e Deveres, é uma reprodução fidedigna das normas contidas na Resolução Sesc/CN n.º 1.361/2017.

2 DIREITOS DO SESC

Ao Sesc, são assegurados os seguintes direitos:

  1. Exigir do cliente a documentação necessária para a habilitação.
  2. Exigir do cliente solicitação expressa para alteração do seu cadastro, nos casos em que o trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo optar em desabilitar seus dependentes.
  3. Verificar a idoneidade da documentação e das informações prestadas pelo cliente.
  4. Suspender o cliente, temporariamente, da utilização dos serviços, quando do descumprimento das normas e critérios do Sesc no Departamento Regional ao qual o seu cadastro está vinculado ou em outros Departamentos Regionais.
  5. Desabilitar o cliente, por tempo determinado ou indeterminado, em território nacional, quando este cometer infração, má conduta ou ato lesivo ao patrimônio da entidade, à imagem e/ou a pessoas nas Unidades ou espaços de atuação do Sesc, sendo assegurado o contraditório e a ampla defesa.f. Utilizar, desde que expressamente autorizado, as informações pessoais do trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo e de seus dependentes constantes dos dados cadastrais, para fins de relacionamento com o cliente.

3 DEVERES DO SESC

Ao Sesc, caberão os seguintes deveres:

  1. Preservar a confidencialidade dos dados cadastrais do cliente.
  2. Orientar o cliente sobre seus direitos e deveres.
  3. Informar ao cliente sobre a programação desenvolvida pelo Sesc.
  4. Habilitar o cliente conforme as regras estabelecidas nas Normas Gerais para Habilitação no Sesc.
  5. Comprovar o enquadramento da empresa ao plano sindical da CNC.
  6. Zelar pelo bom atendimento e qualidade dos serviços prestados.
  7. Responder pela má conduta de seus funcionários.
  8. Garantir, em seus instrumentos internos, a identificação do nome social do cliente , quando for o caso, vinculando-o ao respectivo nome civil.
  9. Proceder às alterações cadastrais, mediante solicitação por escrito do trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo.

4 DIREITOS DO CLIENTE

Ao cliente, trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo, são assegurados os seguintes direitos:

  1. Ter seus direitos assegurados em todo território nacional, incluindo seus dependentes.
  2. Requerer a sua habilitação e a de seus dependentes:
    1. Em todo o território nacional, independentemente da localização da empresa e unidade federativa para a qual sua empresa enquadrada no plano sindical da CNC contribui.
    2. Quando se encontrar desempregado, por até 12 meses (ou período superior definido em Resolução do Conselho Nacional do Sesc), nessa condição, a contar da data de rescisão do contrato de trabalho.
    3. Quando estiver em licença nos termos da legislação vigente.
    4. Quando empregado de empresa enquadrada no plano sindical da CNC, classificada no regime compartilhado de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos aplicável às microempresas e empresas de pequeno porte, conforme previsto em lei.
    5. Quando empregado de empresa inadimplente por omissão de recolhimento da contribuição ou por ajuizamento de ação de desoneração tributária, enquanto não houver decisão transitada em julgado desobrigando a empresa de contribuir para o Sesc.
  3. Indicar os seus dependentes a serem habilitados, respeitando as caracterizações definidas nestas Normas.
  4. Solicitar a desabilitação, quando de seu interesse, de um ou mais de seus dependentes.
  5. Ter acesso, assim como seus dependentes, às informações sobre as políticas de gratuidade do Departamento Regional, aos critérios de habilitação, participação e utilização dos serviços do Sesc.
  6. Autorizar, assim como seus dependentes maiores de idade, o uso de suas informações pessoais, constantes dos dados cadastrais, para divulgações institucionais.
  7. Optar por escrito, assim como seus dependentes maiores de idade (mais de 18 anos), pelo uso do nome social nos instrumentos internos e nas relações sociais com o Sesc.

5 DEVERES DO CLIENTE

Ao cliente, trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo, caberão os seguintes deveres:

  1. Apresentar toda a documentação exigida, sua e de seus dependentes, para a habilitação.
  2. Formalizar por escrito a desvinculação da condição de dependente, de um ou mais integrantes, de seu cadastro.
  3. Garantir a idoneidade de todas as informações, suas e as de seus dependentes, prestadas no ato da habilitação ou desabilitação.
  4. Manter atualizadas as suas informações cadastrais e as de seus dependentes com as devidas comprovações.
  5. Responder pela conduta e ações de seus dependentes menores de idade.
  6. Preservar, assim como seus dependentes, o Cartão Sesc e apresentá-lo sempre que solicitado.
  7. Devolver, assim como seus dependentes, o Cartão Sesc, quando da revalidação e desabilitação de seus cadastros.
  8. Zelar, assim como seus dependentes, pela manutenção e conservação dos espaços e do patrimônio do Sesc.
  9. Manter, assim como seus dependentes, uma conduta social adequada nos espaços do Sesc e utilizados pelo Sesc.

6 DISPOSIÇÕES GERAIS

  1. O Sesc/PR reserva-se o direito de alterar o termo de Direitos e Deveres, sem aviso prévio, para adaptá-la às eventuais alterações normativas, incumbindo ao Usuário a consulta regular desta política, de forma a estar atualizado.
  2. A omissão ou tolerância do Sesc/PR em exigir o estrito cumprimento das condições desta Política de Direitos e Deveres não constituirá novação ou renúncia, nem impedirá que a Entidade possa exercer esses direitos a qualquer tempo.
  3. Além das normas desta Política, ficam ratificadas todas as demais normas contidas nos Termos de Usos e na Política de Privacidade, cuja aplicabilidade dá-se de modo conjunto na relação contratual entre o Sesc/PR e os Usuários.
  4. Em caso de dúvida a respeito deste Termo de Direitos e Deveres, o Usuário deverá entrar em contato pelo link: https://www.sescpr.com.br/fale-conosco/
  5. Este Termo é regido pelas leis brasileiras vigentes. Os conflitos e litígios decorrentes do descumprimento das normas desta Política serão processados na Comarca de Curitiba, no Estado do Paraná.

Meu Sesc

Agora digite sua senha

Recuperar senha
Insira abaixo o seu login cadastrado ou o n˚ do seu Cartão Cliente Sesc e receba instruções e o link para criar uma nova senha.