santa-cruz focos a menos 0 focos a menos santa-cruz-de-monte-castelo 0 santa-cruz-de-monte-castelo focos a menos 0 focos a menos santa-cruz-de-monte-castelo 0

Campanha da dengue Prorrogada até 31/05/22

Veja quem está liderando o Combate à Dengue!

Focos eliminados por cidade
 
 
 
Focos eliminados por participante
 
 
 

Números totais da
Campanha de Combate à Dengue

Focos
eliminados

Municípios
participantes

Participantes
 

A Dengue no
Paraná

32

Óbitos no
Estado

67655

Total de Casos
Confirmados

335

Municípios com
casos de Dengue

A campanha

A Dengue é uma doença infecciosa de grande impacto para a saúde, causada pelo mosquito Aedes aegypti e que pode acometer os indivíduos de formas diferentes – da forma branda à grave, podendo levar a óbito.

O período com maior incidência da doença no Estado se dá entre os meses de dezembro e março, o que ocorre principalmente devido a esses serem meses mais chuvosos, favorecendo o acúmulo de água e consequentemente a reprodução do mosquito transmissor.

A Campanha 2021/2022 do Sesc Paraná visa à remoção mecânica dos focos do Aedes aegypti, buscando criar uma consciência social de que a eliminação do mosquito está nas mãos de todos, já que até 80% dos criadouros estão localizados em residências e propriedades privadas!

Por isso, convidamos você a participar removendo os criadouros ou potenciais focos de criação do mosquito em sua residência e registrando no aplicativo do Sesc Pr! Faça o download agora pela Play Store ou App Store e inicie essa batalha!!

Você pode também marcar o perfil do Sesc Paraná nas redes sociais e incluir a  #SescContraADengue para compartilharmos cada foco eliminado! Queremos ver você fazendo a diferença!

Vamos juntos combater a Dengue? Aqui o Mosquito Não Entra!

Focos da Dengue

 

 

Veja mais detalhes interagindo areas indicadas

Galeria: Aqui o mosquito não entra!

Saiba mais da Campanha Digital de Combate à Dengue - Aqui o Mosquito Não Entra! Assista aos vídeos, participe da Campanha e seja um Super Agente contra o Aedes aegypti!

Cuidados

Sintomas

Dengue:

Febre alta, dor de cabeça, dores no corpo e articulações, prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele. Nos casos graves, o doente também pode ter sangramentos (nariz, gengivas), dor abdominal, vômitos persistentes, sonolência, hipotensão e tontura. Em casos extremos, a dengue pode matar.

Febre Chikungunya:

Dor nas articulações dos pés e mãos mais intensa do que nos quadros de dengue. Febre repentina acima de 39 graus, dor de cabeça, dor muscular e manchas vermelhas na pele. As mortes são raras.

Zika Vírus:

Manchas vermelhas na pele com coceira, febre, olhos vermelhos (sem coceira e sem secreção), inflamação ou dor nas articulações, dor muscular, dor de cabeça e nas costas. Estuda-se a relação com a síndrome de Guillain-Barré (inflamação dos nervos) e com os casos de microcefalia em bebês de gestantes contaminadas.

Febre Mayaro:

Quadro febril agudo, dor de cabeça, no corpo e nas articulações. Pode apresentar erupções cutâneas. A dor nas articulações pode ser acompanhada de edema (inchaço) e é o principal sintoma das formas severas, que ocasionalmente podem ser incapacitantes ou limitantes, persistindo por meses. Casos graves causam encefalite. Na maioria dos casos, a doença é autolimitada, com o desaparecimento dos sintomas em uma semana.


Tratamento

Unidade de Saúde ou Posto de Saúde mais próximo à sua residência.
O rápido diagnóstico é fundamental no tratamento da Dengue! Siga as recomendações de tratamento que o profissional de saúde indicar.


Prevenção

A principal medida de prevenção é a eliminação dos criadouros do Mosquito Aedes aegypti, realize vistorias semanais em seu quintal e no interior da sua residência. Faça a diferença!

Siga os bons exemplos

Veja mais