Cultura : Música

Sesc Jacarezinho abre palco da 14ª edição do Fejacan

O Festival Jacarezinhense da Canção está de casa nova. O evento, promovido pelo Sesc em parceria com a Prefeitura de Jacarezinho, pela primeira vez é realizado na unidade do Sesc do município. Treze músicas foram apresentadas na primeira noite da mostra, realizada na noite de ontem (21), vindas de quatro estados do país, um misto de estilos musicais e sotaques com o mesmo objetivo: difundir a música autoral brasileira.

O prefeito de Jacarezinho, Sergio Eduardo Emydio de Faria; a diretora de Educação, Cultura e Ação Social do Sesc PR, Maristela Bruneri, e o gerente executivo do Sesc Jacarezinho, Dimas Fonseca deram as boas-vindas ao público.Na sequência, Paola Kirst, de Porto Alegre (RS), apresentou a música Primeiro Mergulho ao lado dos músicos do Kiai Grupo. A cantora também interpretou a canção solo Cais, ambas de sua autoria. “No fim do ano passado eu tive a oportunidade de lançar um disco com quase todas as canções autorais ou feitas em parceria com artistas do Rio Grande do Sul. A Kiai, banda com que me apresentei, além de parceira, é incentivadora do meu trabalho e de trabalhos autorais e independente. Fizemos alguns shows pelo nosso estado e percorremos alguns festivais, até chegar no Fejacan pela primeira vez”, disse Paola.

Os músicos Felipe de Oliveira, de Nova Lima (MG); Márcia Cherubin, de Santo André (SP); Banda Tribus e Guilherme Andrades, de Itatinga (SP); Thiago K, de São Paulo (SP), e o duo Patrícia Nabeiro e Beto Marsola, também da capital paulistana, representaram seus estados no Fejacan. A música paranaense também reverberou pelo palco. A dupla de música sertaneja de raiz, Denny e Soberano, de Pinhais (PR), fez uma homenagem ao estado, com a canção Meu Paraná. De Curitiba, Carlos Félix apresentou Rafaela. De Maringá, a cantora Patrícia Borges se apresentou com sua banda a canção Divino Tecido, de autoria de Piera Schnaider e Nicolàs Ferrugia, e a Banda Aminoácido, de Londrina, um show irreverente com a canção Vórtex Meticuloso.

Os pratas da casa, músicos jacarezinhenses também tiveram um espaço importante no Fejacan. Carlos Kalado e o Grupo Vilarejo foram representantes da cidade na primeira noite de apresentações da mostra. “É incrível estar aqui no Fejacan, há 14 anos nós acompanhamos o festival e desenvolvemos a nossa noção artística por meio dele. É uma experiência de reencontro, pois antes estávamos no público e hoje estamos no palco”, enfatizou Bia, vocal do Vilarejo. A banda existe há pouco mais de um ano e fez sua estreia no Fejacan.

O Festival Jacarezinhense da Canção vai até sesta sexta-feira (22). As apresentações iniciam a partir das 20h30, no Sesc Jacarezinho. A entrada é gratuita e o público, além de acompanhar músicas selecionadas para a mostra, também terá a oportunidade de conferir o show do cantor, compositor e violonista João Bosco, que encerra o evento.

Confira a programação desta noite da mostra abaixo:

22 de novembro de 2019 | 20h30

1ª Amar alguém | Grupo Tarumã (São Paulo/SP)

2ª Eu quero e não | Grupo Tarumã (São Paulo/SP)

3ª Raízes do alento | Murilo Martinez (Três Lagoas/MS)

4ª Definição | Ana Dias (São Paulo/SP)

5ª O silêncio do rio | Duo Aduar (São João del Rei/MG)

6ª  Meu teremim | Jéssica Stephens (Manaus/AM)

7ª Malungos | Jéssica Stephens (Manaus/AM)

8ª Frevo pra máfia | Brazilian Jazz Máfia (Diadema/SP)

9ª Minha moda | Kátya Teixeira (São Paulo/SP)

10ª Se você não chora | Família Estranha (Londrina/SP)

11ª Monção | Mariana Soares (Salvador/BA)

12ª Perto de lá | Coro de Cor (Salvador/BA)

Serviço

Fejacan – Festival Jacarezinhense da Canção

21 e 22 de novembro de 2019 | 20h30

Local: Sesc Jacarezinho (Rua Dois de Abril, 720)

Telefone:(43) 3511-2700

Meu Sesc

Agora digite sua senha

Recuperar senha
Insira abaixo o seu login cadastrado ou o n˚ do seu Cartão Cliente Sesc e receba instruções e o link para criar uma nova senha.