Cultura : Cinema

Uma diretora por mês: Sofia Coppola

Uma diretora por mês: Sofia Coppola (14 de maio, dia de seu aniversário)

Sofia Coppola (50 anos) / EUA – Nova Iorque / 1971 / Direção: Sofia Coppola / Classificação Indicativa: LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS DO MUNDO.

Cineasta, roteirista, produtora e atriz ítalo-norte-americana. Começou sua trajetória artística como atriz nos filmes de seu pai Francis Ford Coppola: Godfather (1972); Rumble Fish (1983); Peggy Sue Got Married (1986) e The Godfather Part III (1990). Em 1999 Sofia também faz uma participação como atriz em Star Wars Episode I, de George Lucas.

Sofia é filha de Francis For Coppola e da cenografista Eleanor Coppola.

Aos quinze anos, Sofia Coppola, estagiou na Chanel, icônica casa de alta-costura francesa. Anos mais tarde estudou no California Institute Of The Arts e, ao sair da universidade, lança a grife MilkFed, que atualmente é comercializada apenas no Japão.

Suas principais influências cinematográficas são os italianos Federico Fellini e Michelangelo Antonioni.

Sofia Coppola estreou como diretora no ano de 1998 com o curta-metragem Lick the Star (Lamber A Estrela), curta exibido na programação do canal de TV Independent Film Channel.

Em 1999 lança seu primeiro longa-metragem The Virgin Suicides (Virgens Suicidas) – aclamado como novo clássico cult. Nesta produção começa sua parceria com a atriz norte-americana Kirsten Dunst. The Virgin Suicides foi ovacionado em sua premiére no Sundance Film Festival, de 2000.

No ano de 2004, Sofia Coppola ganha o Oscar de Melhor Roteiro por Lost in Translation (Encontros e Desencontros). No mesmo ano também foi indicada a melhor diretora, tornando-se a terceira mulher na história do Oscar com esta indicação. Sofia também é a segunda mulher na história do Oscar a ganhar o prêmio de melhor roteiro para cinema.

Lost in Translation ganhou mais premiações, entre elas três Globos de Ouro. Uma das curiosidades de Lost in Translation é que os protagonistas assistem à La Dolce Vita em uma das cenas – singela homenagem de Sofia Coppola a Federico Fellini.

Marie Antoinette, seu terceiro longa-metragem, é uma adaptação da biografia de Maria Antonieta, feita pela historiadora britânica Antonia Fraser. Kirsten Dunst vive Maria Antonieta, a rainha mais emblemática da história da França, e esposa do rei Luís XVI, interpretado por Jason Schwartzman, primo de Sofia Coppola. O longa fez sua estreia no Festival de Cannes de 2006, entre vaias e ovações dos críticos.

Em 2010, Somewhere (Algum Lugar), sua quarta produção, é lançada. O filme foi rodado no icônico hotel Chateau Marmont, em Los Angeles. Conhecido por ser a morada das celebridades de Hollywood – por curto ou longo prazo – o hotel ficou mundialmente conhecido pelas hospedagens de Paris Hilton e Lindsay Lohan, na fase mais junkie das amigas.

The Bling Ring (2013) é um filme baseado nos roubos praticados por uma gangue de jovens ricos de L.A, em casas de estrelas de Hollywood. O longa conta com a participação de Emma Watson. The Bling Ring abriu o Festival de Cannes de 2013.

Em parceria com a Netflix, Sofia Coppola lança direto para o streaming em 2015 o média-metragem A Very Murray Christmas, com o protagónico de Bill Murray.

O remake de Sofia Coppola:The Beguiled – O Estranho Que Nós Amamos – original da obra de Thomas P. Cullinan estreou em 2017.  É protagonizado por Nicole Kidman, Elle Fanning e Kristen Dunst. Teve sua premiére no 70º Festival de Cannes, no qual Coppola ganhou o prêmio de melhor direção, tornando-se a segunda mulher a atingir tal feito no Festival.

On The Rocks”, comédia dramática, de 2020 é o sétimo filme de Sofia Coppola, sua terceira colaboração com Bill Murray.

São marcas de Sofia Coppola a utilização de tons pastéis nas cores rosa e azul, na fotografia e nos objetos de cena de seus filmes. A diretora e roteirista também aborda em suas temáticas, sentimentos da juventude como: o medo, a excitação e a busca de prazeres.

(Texto Edson Godinho, Técnico de Atividades do Sesc Paranavaí)

Maio: Especial Sofia Coppola, em homenagem ao mês do seu aniversário.

*O Drops CineSesc, “Uma Diretora por Mês”, iniciativa do Sesc Paranavaí, é uma ferramenta de divulgação e indicação de produções audiovisuais para os clientes do Sesc Paraná e público em geral.

Meu Sesc

Agora digite sua senha

Recuperar senha
Insira abaixo o seu login cadastrado ou o n˚ do seu Cartão Sesc e receba instruções e o link para criar uma nova senha.