Cultura : Literatura

Seminário Arte da Palavra ocorre nesta quinta e sexta-feira

Evento acontecerá nos dias 18 e 19 de março com importantes nomes da cena literária nacional

Com informações do Sesc Brasil

O Arte da Palavra – Rede Sesc de Leituras, considerado o maior circuito literário do Brasil, será lançado nos dias 18 e 19 de março em um seminário que vai reunir importantes nomes da cena nacional. Pelo segundo ano, todo o circuito ocorrerá em formato on-line em função da pandemia da COVID-19. Cerca de 40 escritores, poetas, contadores de histórias, entre outros, participarão do projeto que busca promover a literatura nacional por meio de leituras, debates, oficinas e contação de histórias. A programação do circuito, em sua quinta edição, terá início no dia 22 de março, se estenderá até dezembro e será transmitida pela página do projeto no Facebook.

O Seminário

Os dois dias do seminário terão a participação dos escritores Ailton Krenak, Bruno Ribeiro, Taylane Cruz e Claudia Lage; da poeta e professora de História da Arte, Elimacuxi; do vencedor do Prêmio Sesc de Literatura 2017, João Meirelles Filho; da poetisa e artista-pesquisadora, Patrícia Galelli; do dramaturgo e Doutor em Literatura Comparada, Wilson Coêlho; e do idealizador e responsável pelo projeto “Guia de Leitura”, Gelson Bini.

Nos debates, serão tratados temas como a busca do diálogo entre as muitas vozes que costuram o texto do país; as representações literárias do Brasil profundo na sua diversidade cultural e simbólica; o corpo como matéria e metáfora possível para a criação literária; e o desafio da produção literária como ação estética e política no contexto atual. A transmissão acontece sempre no canal Sesc Brasil no Youtube.

Confira a programação:

Dia 18/3

14h: abertura com Carlos Artexes, Diretor Geral do Departamento Nacional do Sesc, e Lucia Prado, Diretora de Programas Sociais do Departamento Nacional do Sesc

14h15 às 15h45: mesa 1 – É possível traduzir os múltiplos brasis? – A busca do diálogo entre as muitas vozes que costuram o texto/tecido do país. Participação de Ailton Krenak e Bruno Ribeiro | Mediação de Marta Barcellos

16h às 17h30: mesa 2 – Poéticas de carne e pele – O corpo como matéria e metáfora possível para a criação literária. Participação de Patrícia Galelli e Taylane Cruz | Mediação de Anielle Oliveira

Dia 19/3

14h às 15h30: mesa 3 – Palavras da terra – As representações literárias do Brasil profundo na sua diversidade cultural e simbólica. Participação de Elimacuxi e João Meirelles Filho | Mediação de George Belisário

16h às 17h30: mesa 4 – Escrever literatura para reescrever o Brasil – O desafio da produção literária como ação estética e política no contexto atual do país. Participação de Claudia Lage e Wilson Coêlho | Mediação de Guilherme Ramos

18h: apresentação Era outra vez, com Gelson Bini

Confira quem serão os participantes

  • Ailton Krenak é jornalista, escritor, roteirista e ativista indígena dos direitos humanos. Liderou a luta pelos princípios inscritos na Constituição Federal do Brasil, em 1987, no contexto das discussões da Assembleia Constituinte. Fundou e dirige o Núcleo de Cultura Indígena.
  • Bruno Ribeiro é um mineiro radicado na Paraíba. Autor de Arranhando paredes, Febre de enxofre e Glitter, finalista da 1° edição do Prêmio Kindle, e Menção Honrosa do 1° Prêmio Mix Literário. Mestre em Escrita Criativa pela UNTREF, foi um dos vencedores do concurso Brasil em Prosa.
  • Patrícia Galelli é escritora, jornalista e artista-pesquisadora. Publicou os livros Carne falsa, Cabeça de José, Um bicho que e Gato-Átomo. Vive em Florianópolis.
  • Taylane Cruz vive em Aracaju. É formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Sergipe e autora dos livros Aula de dança e outros contos, A pele das coisas e O sol dos dias.
  • Elimacuxi é poeta e professora de História da Arte na Universidade Federal de Roraima. Vive em Boa Vista/RR e faz das vivências a matéria bruta de sua poesia. Ministra oficinas de criação literária pelo país.
  • João Meirelles Filho é escritor e ativista socioambiental. É paulistano e reside em Belém/PA desde 2004. Como escritor é autor de dezoito obras, alguns deles são o livro de contos O abridor de letras, Livro de ouro da Amazônia e Viagem à Amazônia (2021, uma introdução à Amazônia em formato e-book gratuito para jovens).
  • Claudia Lage é carioca, formada em Teatro pela UniRio, Letras pela Universidade Federal Fluminense e mestre em Literatura pela PUC-Rio. É autora de 5 livros, vencedora do Prêmio São Paulo de Literatura com o romance O corpo interminável. Trabalhou como roteirista na TV Globo e ministra cursos de roteiro e escrita criativa.
  • Wilson Coêlho nasceu em Vitória/ES. É formado em Filosofia e Mestre em Estudos Literários (Universidade Federal do Espírito Santo), Doutor em Literatura Comparada (Universidade Federal Fluminense). Como escritor, tradutor e dramaturgo, publicou 19 livros. Dirigiu 24 espetáculos e participou de festivais e seminários no Brasil e no exterior.
  • Gelson Bini é mediador de leitura e narrador de histórias da oralidade. É idealizador e responsável pelo projeto Guia de Leitura. Atua como promotor da leitura há mais de 10 anos, percorrendo escolas públicas, presídios e eventos culturais.

 Revista Palavra

Durante o seminário, também ocorrerá o lançamento da décima edição da Revista Palavra, publicação literária anual. Em sua matéria de capa, a revista traz reflexões sobre as ‘Brasilidades Contemporâneas’ com assinatura de Marta Barcellos.

Meu Sesc

Agora digite sua senha

Recuperar senha
Insira abaixo o seu login cadastrado ou o n˚ do seu Cartão Cliente Sesc e receba instruções e o link para criar uma nova senha.