Saúde : Nutrição

A quarentena e a saúde do nosso intestino: como a alimentação pode ajudar?

Sentimentos como ansiedade, medo, estresse e depressão modulam a atividade de bactérias que vivem no nosso intestino. Ainda não temos pesquisas que demonstrem os efeitos da pandemia na nossa microbiota, mas possivelmente ela está sendo afetada!

Temos um comprido nervo, o nervo vago, que possui ramificações em vários órgãos, inclusive nos responsáveis pela digestão. Nas suas ramificações, há neurotransmissores que informam como nos sentimos, causando determinadas reações. Não é à toa que períodos de estresse podem causar prisão de ventre em uns ou diarreia em outros, podendo levar até à síndrome do intestino irritável.

Do mesmo modo que as nossas emoções refletem na saúde do intestino, o contrário também acontece: as substâncias produzidas pelas bactérias percorrem o nervo vago e chegam ao sistema nervoso, mexendo com o nosso humor. Substâncias como a serotonina são produzidas pela nossa microbiota e aumentam o nosso bem-estar. Porém, há bactérias que produzem, por exemplo, o glutamato, que aumenta a irritabilidade e ansiedade.

E como eliminar essas bactérias nocivas do nosso intestino? Infelizmente o intestino não consegue eliminá-las, porém podemos reduzi-las a partir do equilíbrio da microbiota aumentando a presença das “bactérias boas”. No que diz respeito ao humor, destacam-se três: Bifidobacterium longum, Lactobacillus rhamnosus e Lactobacillus helviticus.

Portanto, uma boa opção é “alimentar” as bactérias que nos fazem bem. Mas como?

Essas bactérias costumam gostar de alimentos ricos em fibras, como as frutas, verduras, legumes e cereais integrais. Por outro lado, os alimentos com excesso de gordura animal costumam apetecer às bactérias que nos fazem mal. Essa é uma regra geral, porém sabemos que cada bactéria prefere um tipo de alimento, de forma à algumas preferirem substratos encontrados na aveia, outras o amido resistente da farinha de banana verde, e assim por diante.

Portanto, quanto mais variada for a nossa alimentação, mais sortida será a nossa microbiota!

Abaixo compartilhamos com vocês uma receita de Bolo de Aveia com Banana, que pode ser consumido por toda a família e preparado juntamente com as crianças. A banana, além de ser fonte de fibras, fornece triptofano como matéria-prima para a microbiota produzir as moléculas de serotonina.

BOLO DE BANANA

Ingredientes:

– 4 ovos

– 4 bananas

– 1 xícara de uvas passas

– ½ xícara de azeite de oliva

– 1 xícara de farelo de aveia

– 1 xícara de aveia em flocos

– Canela a gosto

– 2 colheres de sopa de fermento em pó

Modo de Fazer:

  1. Bata no liquidificador os ovos, as bananas, as uvas passas e o azeite.
  2. Despeje essa mistura em uma tigela com o farelo de aveia, a aveia em flocos, a canela e o fermento em pó.
  3. Depois de bem misturada, coloque a massa em formas de cupcake ou em uma forma grande untada e enfarinhada.
  4. Asse em forno pré-aquecido a 180ºC por, aproximadamente, 30 minutos.

Meu Sesc

Agora digite sua senha

Recuperar senha
Insira abaixo o seu login cadastrado ou o n˚ do seu Cartão Cliente Sesc e receba instruções e o link para criar uma nova senha.