Inscrições abertas para oficinas de aperfeiçoamento musical do Femucic

Ação formativa integra programação paralela da 41ª edição da Mostra de Música Cidade Canção; Influentes nomes da música brasileira foram convidados para ministrar cada masterclass, de 11 a 13 de junho, no Sesc Maringá

Músicos de Maringá e região já podem se inscrever gratuitamente para as oficinas de aperfeiçoamento musical que integram a programação paralela da 41ª edição do Femucic – Mostra de Música Cidade Canção. Dividida em seis masterclass: canto popular, bateria, piano, contrabaixo e instrumentos de sopro, a ação formativa será realizada no Sesc Maringá, entre os dias 11 e 13 de junho, das 14h às 17h.

De acordo com o gerente executivo do Sesc Maringá, Antonio Vieira, as oficinas são voltadas para músicos profissionais e amadores que buscam aprimoramento. Cada masterclass será conduzida por um músico convidado: Paulo Almeida (bateria), Salomão Soares (piano), Thiago Alves (contrabaixo), Fabio Leal (guitarra), Bia Góes (canto) e Rubinho Antunes (trompete/sopros).

As inscrições para as oficinas são gratuitas, limitadas e podem ser feitas diretamente pelos links abaixo:

Oficina de bateria com Paulo Almeida

Importante referência na nova safra de compositores da música instrumental brasileira, Paulo Almeida é baterista, percussionista e compositor. Com três álbuns autorais lançados, ganhou notoriedade pela forma autêntica com que interpreta ritmos regionais na bateria e sua atuação como instrumentista. Almeida vai caminhando para o seu 4º disco que será gravado ao vivo na Suíça e lançado posteriormente pelo selo Blaxtream.

Como instrumentista e professor já atuou em importantes festivais pelo país e dividiu palcos com artistas reconhecidos como Arismar do Espírito Santo, Vinícius Dorin, Heraldo do Monte, Hermeto Pascoal, Lenny Andrade, Lea Freire e Tony Lakatos.

Suas experiências de vida e sua música andam lado a lado; são como que indissociáveis, uma mutuamente influenciando a outra, numa espécie de osmose contínua.

Oficina de piano com Salomão Soares

Com apenas 28 anos, Salomão Soares vem se destacando como uma das grandes revelações da nova geração de pianistas brasileiros. Nascido na Paraíba e radicado em São Paulo, Salomão é pianista, arranjador e compositor. Já dividiu palco com nomes marcantes da música brasileira, como Hermeto Pascoal, Leny Andrade, Filó Machado, Nenê, Vinicius Dorin, Itiberê Zwarg, Altay Veloso, Arismar do Espírito Santo, Toninho Ferragutti, entre outros.

Venceu o Prêmio MIMO Instrumental (2017), foi finalista do Piano Competition no Festival de Montreux (2017) – Suíça e também vencedor do Prêmio Novos Talentos do Festival Savassi (2018), além de ter sido convidado para quatro shows no Festival Sesc Jazz 2018 – um dos mais renomados da América Latin. No mesmo ano, foi convidado especial de Hermeto Pascoal para o show de encerramento do Festival Sesc Jazz 2018.

Oficina de contrabaixo com Thiago Alves

O contrabaixista Thiago Alves, nascido e residente em São Paulo iniciou seus estudos musicais na antiga Universidade Livre de Música do Estado de São Paulo (ULM), atual EMESP, aos 11 anos de idade. Participou dos grupos: Orquestra Jovem Tom Jobim, Bissamblazz Essemble e Soundscape Big Band. Acompanhou grandes nomes da Música Popular Brasileira, tais como: Elza Soares, Dominguinhos, Zé Luiz Mazziotti, Claudette Soares, Alaíde Costa, Jane Duboc, Wanderléa, Fátima Guedes, Wilson das Neves, Toninho Horta, Arthur Verocai, Leny Andrade, e outros mais.

Está sempre presente em diversas formações instrumentais tocando ao lado de grandes músicos brasileiros, como Nailor Proveta, Hector Costita, Daniel D´Alcantara, Alexandre Mihanovich, Luiz Mello, Wilson Teixeira, Cuca Teixeira, Felipe Silveira, Paulinho Vicente, Salomão Soares; e convidados internacionais: Edsel Gomez, Alejandro Avilles, Oscar Giunta, Alison Crocket, Davy Mooney, Ed Neumaister, Bobby Shew, Ohad Talmor, Phill DeGregg, Ryan Keberle, Woody Witt e Ted Nash.

É o band leader da Reteté Big Band, onde também atua como arranjador e produtor. Na área educacional, além das aulas particulares que vem dando desde 2010 e workshops pelo Brasil, já ministrou aulas na Oficina de Música de Curitiba (2014) e no Festival Internacional de Música de Domingos Martins (2016).

Oficina de guitarra com Fabio Leal

Fabio Leal começou os estudos musicais aos 14 anos de idade e desde o começo teve como inspiração o jazz e a música brasileira. No decorrer de sua carreira gravou seis CDs e tocou com grandes nomes da música instrumental brasileira, como Toninho Horta, Thiago Espírito Santo, Fernando Corrêa, Nenê, Vinicius Dorin, André Marques, Arismar do Espírito Santo, Hermeto Pascoal, Fabiana Cozza, etc..

Tocou no festival de Jazz de Havana Cuba em 2002. Em 2010 foi selecionado pelo projeto do Seside circulação de shows (Grupo Mente Clara) pelo estado de São Paulo e pelo projeto do BNB (Banco do Nordeste do Brasil) para a realização de uma turnê pelo nordeste com seu quarteto.

Em 2012 foi um dos selecionados do Proac para fazer uma série de shows com seu Grupo “Fábio Leal Quarteto” Em 2014 faz um show com Heraldo do Monte na 5º mostra Sesi de Música Instrumental em Piracicaba, cuja apresentação foi gravada em DVD.

Em 2018 foi finalista do concurso Samsung EFestival com o grupo Brazú Quintê. Grava o álbum Natureza Universal com Hermeto e Big Band – premiado pelo Latin Grammy como melhor álbum de jazz. Ainda em 2018 foi selecionado pelo Proac para gravar e fazer shows de lançamento com o Grupo Brazú Quintê. É graduado em pedagogia, leciona há 15 no Conservatório de Tatuí.

Oficina de canto popular com Bia Góes

A cantora e preparadora vocal Bia Goes, completa em 2019, 15 anos de carreira. Professora do curso de canto popular do Conservatório de Tatuí, a cantora concilia as aulas com sua carreira artística. Com dois CD’s gravados, foi finalista do Prêmio da Música Brasileira como melhor cantora regional e lançou seu trabalho solo em Lisboa (2013) e Itália (2016). Sua origem como cantora na música instrumental foi ao lado dos mestres e pais Arismar do Espírito Santo e Silvia Goes. Ao longo de sua estrada, trabalhou como backing vocal de artistas como Toquinho e Omara Portuondo. Como artista dividiu palco com Toninho Horta, Sérgio Britto, Tiê, Gabriel Satter, Nelson Sargento, Oswaldinho do Acordeom, Dominguinhos dentre outros. Em 2018, levou seu show Brasil em Canções para 17 teatros e fez sua estreia na cidade de Salvado (BA). Em 2019, a cantora se prepara para lançar seu terceiro álbum.

Oficina de trompete e sopros com Rubinho Antunes

Trompetista, arranjador e compositor, Rubinho Antunes é mestre em Música pela Universidade Paris 8, na França. Estudou também no Conservatório de Tatuí e na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), onde fez sua graduação.

Com grande atuação no meio musical brasileiro, Rubinho já tocou com importantes artistas, tais como Johnny Alf, Rosa Passos, Milton Nascimento, Paulinho da Viola, Marcos Valle, Guinga, Toquinho, Lenine, Criolo, Ivete Sangalo, Ney Matogrosso, Banda Mantiqueira, Orquestra Jazz Sinfônica de São Paulo. Participou da versão Brasileira da Big Band da maestrina e compositora americana Maria Schneider.

Já se apresentou em diversos Festivais de Jazz no Brasil e no exterior.  Como arranjador participa de diversas formações como a Banda Urbana, Combo Quebra Cuia, Pó de Café Quarteto, Ludere, Garrafa Jazz Quinteto. Também já escreveu arranjos para shows de artistas como Banda Mantiqueira, Milton Nascimento, Rosa Passos, Paquito de Riviera, Leny Andrade, Criolo, Ivete Sangalo, Ney Matogrosso, entre outros.

Em 2006 lançou seu disco solo chamado De Viterbo. Participa ativamente como trompetista, compositor e arranjador nos CD´s dos grupos Comboio, Pó de Café, Banda Urbana, Paris/São Paulo.

Na Europa participa do Garrafa Jazz , grupo Franco/Brasileiro que se dedica a divulgar a música Brasileira.

Lidera, junto com o pianista Philippe Baden Powell, o quarteto Ludere, que tem 3 discos lançados (Ludere-2016, Retratos-2017 e Live at Bird’s eye-2019), e que frequentemente excursiona pelo Brasil e exterior.

Como professor trabalhou no Conservatório de Tatuí, Instituto FITO de Osasco, Escola de Música do Estado de São Paulo (EMESP),  e no Club Du Choro de Paris. Atualmente dirige a Big da Santa, da faculdade Santa Marcelina e é professor de musicalização infantil na Saint Nicholas School.

Shows abertos e encerramento

Os alunos das oficinas são convidados a se apresentar junto aos seus instrutores em alguns shows realizados em espaços públicos da cidade, conforme programação abaixo:

11 de junho (terça-feira) | 18h – Parque Alfredo Nyffeler

12 de junho (quarta-feira) | 11H30 – Paço Municipal

13 de junho (quinta-feira) | 11h30 – UEM

Ao final das práticas, alunos e instrutores se apresentam na quinta-feira (13/6), no Teatro Calil Haddad, no show de encerramento das oficinas, a partir das 20h. A orquestra do Centro de Difusão Musical do Sesc Maringá se une a Orquestra Maringaense de Viola Caipira, ao Grupo Delírius e a músicos convidados para se apresentarem durante a noite, no local. Assim como as apresentações da Mostra de Música Cidade Canção, os ingressos podem ser retirados gratuitamente na bilheteria do Calil Haddad, a partir das 19h – uma hora antes do início do espetáculo.