Circuito Sesc Corridas encerra o ano em Curitiba com nova formatação

Largada da Corrida em Curitiba. Foto: ivo Lima

Mais de 800 pessoas participaram da última etapa do circuito paranaense Sesc Corridas 2018 no domingo, 9 de dezembro, em Curitiba. Por ser uma das maiores etapas e de grande visibilidade, a capital foi escolhida para testar as novas diretrizes do Circuito Sesc Corridas e Caminhada de Rua, que terá um novo formato em 2019.

O calendário de provas estende-se de fevereiro a dezembro. No Paraná, as competições acontecem há 12 anos e é o estado com maior número de etapas do Circuito Nacional. Das 121 provas no Brasil, 24 são no Paraná. “O circuito Sesc de Corridas, é uma atividade que movimenta o estado, a economia e, principalmente, promove a qualidade de vida, que é uma missão do Sesc”, ressalta Giovanni Bagatini, Diretor de esporte e lazer em exercício do Sesc PR.

A nova formatação do circuito incluiu um novo desafio para o corredor, o percurso que era de 5 km e 10 km, foi ampliado para 6 km e 12 km. Em Curitiba, o local da prova também foi novidade. Nas edições anteriores a corrida acontecia no quartel do Pinheirinho; neste ano o percurso se deu no entorno do Estádio Durival Britto e Silva (Vila Capanema), com altimetria moderada. O vencedor dos 12 Km, Cristiano Przydzimivski, aprovou as mudanças: “Eu achei bacana, porque diversifica um pouco e aqui quase não tem esse tipo de prova”. O atleta conta que se sente motivado em participar das provas Sesc pelo caráter de organização do evento. “Eu gosto de participar das provas do Sesc porque tem um preço bem acessível e o percurso é bem sinalizado, com postos de distribuição de água, a educação dos organizadores é bem bacana”, enfatizou.

As categorias também tiveram mudanças. “Muitos atletas pediam a volta das categorias, então além das categorias gerais [masculino e feminino], voltamos com as categorias divididas por faixa etária”, explicou Lucas Chaves, gerente de Esporte e Lazer do Sesc PR.

Eduardo França, único participante da categoria cadeirante nesta etapa, completou a prova com 12km, com sede de desafio. Das 24 provas do ano no Paraná, ele completou 18. “A cada ano que passa eu busco um resultado melhor. Quebrar mais um paradigma me motiva a dar sequencia nas competições. A vibração do povo, a parceria do Sesc dão uma motivação a mais pra desenvolver a nossa modalidade.” Enfatizou o atleta. Eduardo, que já correu maratonas de 42km, disse que: “O maior desfio é ter a força para a superação”.

A caminhada da família também reuniu um público diversificado. Adultos, crianças, idosos e até cachorros fizeram o percurso de 4km. “A gente gosta muito disso e prestigia porque nós não podemos parar”, diz Otávio, de 70 anos. Estimulado por um professor, o aposentado caminhou junto ao grupo de voleibol adaptado para idosos, do qual ele faz parte no Sesc Portão

A fim de garantir a qualidade e segurança do evento, foram disponibilizadas duas UTI’s móveis e serviço de enfermagem, postos de hidratação e frutas. O evento contou com apoio da SETRAN (Secretaria de Trânsito de Curitiba) e da Polícia Militar.

Caminha da Família. Foto: Ivo Lima

Os mais rápidos da etapa em Curitiba.

Masculino 12 Km: Christiano Przydzimivski (00:42:51)

Feminino 12 Km: Alice dos Santos Martins (00:53:54)

Cadeirante 12km: Eduardo Aparecido de França.

Masculino 6 Km: Fernando Vasque. (00:21:35)

Feminino 6 Km: Andreia Graciano Martin Gonçalves. (00:26:25)

Confira a classificação completa dos 12km aqui e dos 6km aqui.