Sesc PR realiza circuito de festas juninas em quatro cidades do estado

isabela-1_pr-junino-curitiba

Bandeirolas, comidas típicas, brincadeiras e extensa programação cultural marcaram os festejos juninos do Sesc PR pelo estado. Em parceria com a RPC a entidade realizou a 5ª edição do Paraná Junino nas cidades de Curitiba, Foz do Iguaçu e Londrina, no sábado (9/6), mobilizando milhares de pessoas no Bosque São Cristóvão, na capital, e nas unidades do Sesc Foz do Iguaçu e Londrina Norte, respectivamente.

Com programação cultura gratuita, o Paraná Junino tem a intenção de estimular e fomentar a tradição das festas e eventos populares nas cidades, difundir a gastronomia típica especializada e promover o resgate das brincadeiras tradicionais. “Essa parceria com o Sesc tem funcionado muito bem. A cada edição do evento resgatamos essa tradição junina com uma programação voltada para crianças, adultos, e as famílias paranaenses”, comentou a coordenadora de eventos da RPC, Marina dos Santos.

As festas contaram com a presença de quadrilha formadas pelo grupo de Trabalho Social com Idosos do Sesc, feira gastronômica e de artesanato, entre outras atrações para todas as idades. No palco principal destaque para o grupo paranaense Viola Quebrada, em Curitiba, Marianne Francescon, em Foz do Iguaçu, e Serra Acima Trio, em Londrina.

Sesc Caiobá

Além dos festejos do Paraná Junino, o Sesc Caiobá, em Matinhos, também montou seu arraial, no sábado (9/6), com a presença do diretor regional do Sesc PR, Emerson Sextos. Das 15h às 21h, quem passou pelo local pode acompanhar apresentações artísticas, contação de causos, brincadeiras tradicionais, além de feira gastronômica e de artesanato.

De acordo com a diretora de Educação, Cultura e Ação Social, Maristela Massaro Carrara Bruneri, as festas juninas coroam o trabalho de resgate e valorização que o Sesc PR tem com a cultura popular. “São quatro cidades comemorando o evento e a gente procura trazer os jogos e brincadeiras com este viés, além de toda a programação desde as quadrilhas, os shows musicais, o espaço de contação de histórias, para que todos possam relembrar dessas festas, de histórias do passado, da própria agricultura por meio dos alimentos utilizados como base da culinária típica junina”, enfatizou.

Postado em: Cultura