Nota de esclarecimento – Sesc Triathlon Circuito Nacional – etapa Caiobá

27545318_1836513916390646_3679103923405483697_n

O Sesc Paraná, tendo em vista informações falsas divulgadas pelo Sr. Marcelo Artunghi,  sobre sua “participação” na 30ª edição do Sesc Triathlon Caiobá, no último domingo, notícia que teve repercussão nas redes sociais e na mídia em geral, vem a público esclarecer:

  1. O atleta em questão realizou sua inscrição para a prova em dezembro de 2017, na categoria Comerciário. Sua inscrição foi confirmada a partir da leitura do Regulamento da competição, regida pelas regras oficiais da Confederação Brasileira de Triathlon – CBTri;
  2. Em 23 de janeiro passado, a organização da prova respondeu a questionamento enviado pelo atleta por e-mail, afirmando que sua bicicleta seria aceita se estivesse de acordo com o regulamento, e foi sugerido que enviasse uma foto do equipamento para análise;
  3. Recebemos o e-mail com a foto da bike, apenas no dia 27 de fevereiro, a qual submetemos para apreciação e confirmação da FPTri. No sábado que antecedeu a prova, 3 de março, pela manhã, de posse de foto da bicicleta, enviada pelo Sr. Marcelo, e a confirmação da FPTri, o Sesc informou, também por e-mail: “Bom dia, Marcelo! A sua bike não está de acordo com o regulamento, ou seja, não será possível fazer com essa bike”;
  4. Na tarde do mesmo dia foi realizado o Congresso Técnico da competição, para que as dúvidas fossem sanadas. Todos os atletas foram alertados sobre a necessidade de estrito cumprimento do regulamento da competição, sob pena de desclassificação;
  5. Um balcão de informações ficou aberto nas dependências do Sesc Caiobá até as 18h do sábado, com a presença dos árbitros da Federação Paranaense de Triathlon – FPTri, para esclarecimentos de eventuais questões que ainda persistissem. O Sr. Marcelo ignorou os alertas;
  6. Ainda assim, tentou participar da prova, no domingo, 4/3. Foi desclassificado pela arbitragem ipso facto, no portão do check-in, pelos motivos já expostos (bicicleta fora das especificações técnicas);
  7. Revoltado, e usando de subterfúgios escusos, nadou, pedalou e correu à margem dos competidores oficiais e da fiscalização da prova, posto que não possuía o necessário chip de identificação;
  8. O Sesc Paraná recebeu, na data de ontem, 5/3, Nota de Esclarecimento emitida pela FPTri, com a epígrafe “Atleta desclassificado compete irregular em prova de triathlon”. A Nota traz histórico dos fatos e afirma: “Marcelo Artungui agiu de forma totalmente irregular, pois além de não cumprir regras que havia se comprometido a seguir, ao fazer sua inscrição para o 30º Sesc Triathlon Caiobá, através de seu regulamento, participou da prova mesmo sendo impedido e ainda postou inverdades sobre sua participação no evento, servindo de mal exemplo como atleta e cidadão”.
  9. É lamentável que em um esporte conhecido tanto pela competividade como pela esportividade que move os atletas, possa existir quem, queira denegrir a organização de uma prova conceituada, reconhecida pela sua organização e pelo rigor técnico no país e no exterior.

Curitiba, 6 de março de 2018

Emerson Sextos
Diretor Regional

Marcus Vinicius de Mello
Diretor da Divisão de Esporte, Lazer e Saúde

Acesse PDF da nota completa aqui.