Palco Giratório celebra 20 anos e consagra-se como maior circuito teatral do país

20-circuito-especial-tribo-de-atuadores-oi-nois-aqui-traveiz

O Palco Giratório, circuito de artes cênicas do Sesc, completa 20 anos de existência e cai na estrada para a temporada 2017. A partir do dia 29 de março, até dezembro, o projeto visitará 144 cidades em 26 estados e no Distrito Federal, com espetáculos teatrais e intercâmbios artísticos. Este ano, o Palco Giratório contará com a participação de 20 companhias, que somarão 685 apresentações artísticas e 1.188 horas de oficinas teatrais.

O lançamento será na cidade de Campina Grande, na Paraíba, com exibição inédita de uma releitura da obra de Shakespeare, feita por Augusto Boal (1931-2007), ‘Caliban – A Tempestade’, da Trupe de Atuadores Oi Nóis Aqui Traveiz, e ‘Ledores no Breu’, peça paulista da Cia. Do Tijolo: o espetáculo utiliza a lição de Paulo Freire, o cordel de Zé da Luz e os textos de Guimarães Rosa para abordar as questões, causas e consequências do analfabetismo.

“O Palco Giratório é um projeto que vai além do circuito de espetáculos, pois leva ideias, provocações e questões lançadas pela curadoria para o Brasil, incluindo cidades pequenas. São 20 anos disseminando as artes cênicas, em diferentes manifestações e linguagens culturais, promovendo intercâmbio de modos de fazer, criar, pensar e sentir”, ressalta Raphael Vianna, coordenador nacional do projeto.

Com uma curadoria formada por profissionais do Sesc, a programação selecionada para o Palco Giratório apresenta anualmente uma amostra importante da produção cênica brasileira. Os espetáculos são apresentados simultaneamente, percorrendo todos os estados brasileiros. Entre os destaques também está a peça ‘Caranguejo Overdrive’, da Aquela Cia. de Teatro, vencedora de três prêmios Shell, e ‘DNA de DAN’, Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna.

Além dos espetáculos principais, o Palco Giratório contará pela primeira vez com Seminários para discutir sobre aspectos relevantes das artes cênicas e políticas públicas para o teatro, entre outros temas. “Refletir sobre os 20 anos do Palco Giratório é  uma oportunidade ímpar para ampliar as principais discussões que atravessam o projeto, apontando assim para  uma perspectiva de futuro”, destaca Raphael.

Também serão realizadas oficinas, mostras e encontros locais de arte e cultura, idealizadas com o objetivo de promover e incentivar as manifestações artísticas regionais, fomentando a troca de experiências.

O Sesc também promove o Pensamento Giratório, um espaço aberto ao público para reflexão e discussão sobre o trabalho e pesquisa dos grupos itinerantes.

Homenagem à trupe Oi Nóis Aqui Traveiz

Nesta 20ª edição, o Palco Giratório contará com a participação da Trupe de Atuadores “Oi Nóis Aqui Traveiz”, do Rio Grande do Sul, que estreará seu mais novo espetáculo – “Caliban – A Tempestade” – no circuito. A montagem é um trabalho de rua que celebra os 39 anos do coletivo, um dos mais relevantes do país.

Destaque no cenário nacional por promover a abertura de renovadas perspectivas para o teatro na rua e a ocupação do espaço público como potencializador de reflexões políticas e estéticas, a trupe passará por 19 cidades ao longo do ano, apresentando sua montagem.

Palco no Paraná

A arte paranaense será disseminada pelo Brasil, com a seleção de dois espetáculos do estado que foram selecionados pela curadoria nacional do Palco Giratório para circular pelo Brasil: o espetáculo juvenil ‘Fui’, da CiaSenhas de Teatro, e a performance ‘DNA de DAN’, do artista Maikon K.

O Palco Giratório passa pelo Paraná entre os meses de abril e outubro, com 15 espetáculos itinerando por 19 cidades. A programação inicia em Londrina, nos dias 25 e 26 de abril, com o espetáculo Caranguejo Overdrive, da Aquela Cia. De Teatro (RJ), e encerra com O Quadro de Todos Juntos, da companhia mineira Pigmalião Escultura que Mexe, no dia 26 de outubro.

O projeto de artes cênicas do Sesc circula também por Umuarama, Francisco Beltrão, Maringá, São José dos Pinhais, Paranavaí, Campo Mourão, Apucarana, Medianeira, Ivaiporã, Cornélio Procópio, Guarapuava, Matinhos, Foz do Iguaçu, Jacarezinho e Ponta Grossa.

A capital paranaense recebe companhias selecionadas pelo projeto durante a Mostra Poéticas Urbanas, que acontece entre os dias 7 e 12 de agosto, com as performances Dilúvio MA, da Ecopoética: Arte e Sustentabilidade (RS); e Maiêutica, de Raquel Mutzenberg (MT); além do espetáculo homenageado pelo Palco Giratório, Caliban – A Tempestade, da Trupe de Atuadores Oi Nóis Aqui Traveiz (RS). A mostra também contará com a participação de companhias locais com a proposta de “incluir espetáculos que utilizam como palco espaços urbanos em suas várias possibilidades”, define o técnico de atividades de Cultura do Sesc PR, Dimis Soares.

Confira abaixo programação do Palco Giratório no Paraná:

Espetáculo Companhia Cidade Apresentação
Caranguejo Overdrive

Aquela Cia de Teatro (RJ)

 

Londrina 25/4
Caranguejo Overdrive

Aquela Cia de Teatro (RJ)

 

Londrina 26/4
Palafita

Grupo Fuzuê (CE)

 

Umuarama 13/5
Palafita

Grupo Fuzuê (CE)

 

Francisco Beltrão 16/5
Os Mequetrefe

Parlapatões (SP)

 

Maringá 22/6
Os Mequetrefe

Parlapatões (SP)

 

São José dos Pinhais 24/6
Ledores do Breu

Cia do Tijolo (SP)

 

Paranavaí 27/6
Ledores do Breu

Cia do Tijolo (SP)

 

Campo Mourão 29/6
Ledores do Breu

Cia do Tijolo (SP)

 

Apucarana 01/07
Dilúvio MA

Ecopoética: Arte e Sustentabilidade (RS)

 

Curitiba 7/8
Maiêutica

Raquel Mutzenberg (MT)

 

Curitiba 9/8
À Beira de

Silvia Moura (CE)

 

Medianeira 11/8
Ói Nóis – Repertório Trupe de Atuadores Oi Nóis Aqui Traveiz (RS) Curitiba 11/8
Palafita

Grupo Fuzuê (CE)

 

Ivaiporã 11/8
Caliban – A Tempestade Trupe de Atuadores Oi Nóis Aqui Traveiz (RS) Curitiba 12/8
À Beira de

Silvia Moura (CE)

 

Cornélio Procópio 13/8
Palafita

Grupo Fuzuê (CE)

 

Guarapuava 14/8
À Beira de Silvia Moura (CE) Matinhos 15/8
Hamlet

Coletivo Irmãos Guimarães (GO)

 

Foz do Iguaçu 20/8
Hamlet – Repertório

Coletivo Irmãos Guimarães (GO)

 

Jacarezinho 22/8
Hamlet

Coletivo Irmãos Guimarães (GO)

 

Jacarezinho 23/8
O Quadro de Todos Juntos

Pigmalião Escultura que Mexe (MG)

 

Ponta Grossa 23/10
O Quadro de Todos Juntos

Pigmalião Escultura que Mexe (MG)

 

Cascavel 26/10