Sesc e Senac no combate ao Aedes Aegypti

_POST_combate_a_dengue

O Sistema Fecomércio Sesc Senac PR aderiu à campanha de combate à Dengue. Uma série de ações que visam conscientizar a população sobre as medidas de prevenção e combate do mosquito Aedes Aegypti serão realizadas em diversas cidades do estado, a partir de 20 de janeiro.

A iniciativa tem o objetivo de eliminar focos de proliferação do mosquito causador da Dengue, da febre Chicungunya e do Zika Vírus. As ações serão realizadas dentro das unidades do Sesc e do Senac e no entorno. Será feita uma vistoria em conjunto na localidade, enquanto a população recebe informações preventivas e sobre os sintomas das doenças

A conscientização será feita enquanto houver incidência do mosquito em cidades em que Sesc e Senac estão presentes. Para fortalecer a campanha as prefeituras destes municípios atuam como parceiras da programação.

Nesta semana as unidades de atendimento receberão material educativo e informativo para alertar os públicos interno e externo, como cartazes e filipetas. O material será distribuído nas imediações das unidades e das prefeituras. E-mail marketing e camisetas também compõem o material da campanha.

Combata o mosquito

Entre as medidas preventivas, enfatiza-se: retirar lixos em sacos plásticos e manter a lixeira fechada; manter tampados e higienizados os recipientes que contenham água; limpar calhas frequentemente; guardar garrafas com a boca para baixo; retirar água de pneus velhos e mantê-los protegidos da chuva; colocar areia nos pratinhos de plantas e manter os vasos limpos; não jogar lixo em terrenos baldios; e retirar a água acumulada sobre a laje.

Sintomas

. Dengue: febre alta, dor de cabeça, atrás dos olhos, no corpo e articulações; fraqueza e coceira na pele. Em alguns casos pode haver sangramentos no nariz e gengivas; dor abdominal, vômito, sonolência, irritabilidade, hipotensão e tontura.

. Febre Chikungunya: dor nas articulações dos pés e mãos, febre alta, dor de cabeça e manchas na pele.

. Zika Vírus: manchas vermelhas e coceira na pele, febre, olhos vermelhos, inflamação ou dor nas articulações, dor muscular, dor de cabeça e dor nas costas. Raramente inchaço, dor de garganta, tosse e vômito.

Tratamento

Ao detectar estes sintomas, procure um médico imediatamente. Recomenda-se ficar em repouso e ingerir muito líquido. Não é recomendado tomar AAS (Ácido Acetil Salicílico), pois esta medicação bloqueia a coagulação sanguínea, e podem aumentar hemorragias.