BiblioSesc

Incentivo à Cultura através da Literatura

rolandia
Uma biblioteca itinerante que disponibiliza um acervo de aproximadamente 3000 livros ao público de escolas, do comércio e de diversos municípios do Estado do Paraná

Histórico do Projeto


O Projeto BiblioSesc é uma iniciativa do Departamento Nacional do Sesc, que acontece desde 2005, com o objetivo de promover a leitura através da ampliação e facilitação das condições de acesso ao livro nas localidades periféricas das capitais onde o Sesc atua.

O BiblioSesc  é uma  Unidade Móvel de Biblioteca, instalada em caminhão a diesel com carroceria tipo baú, de três a cinco toneladas, com acervo de diversas áreas do conhecimento.

Presença no Brasil e no Paraná

O Brasil conta com mais de 50 unidades móveis distribuídas por 25 Estados e o Distrito Federal, atuando em bairros da periferia ou em pequenas comunidades do interior do País.

O Paraná conta com 03 unidades móveis atuando nos municípios de abrangência das Unidades de Serviço do Sesc.

No Paraná, o projeto BiblioSesc iniciou suas atividades em 2008, na Região Metropolitana de Curitiba, no município de Tijucas do Sul e Bocaiúva do Sul, e atualmente já atingiu o quantitativo de 66 municípios atendidos.

Municípios Atendidos

  • 2008: Tijucas do Sul e Bocaiúva do Sul;
  • 2009: Fazenda Rio Grande, Campo largo, Campina Grande do Sul, Quatro Barras, Pinhais, Balsa Nova e Piraquara;
  • 2010: Araucária, Mandirituba, Campo Magro, Itaperuçu, Agudos do Sul e Quitandinha;
  • 2011: Laranjeiras do Sul, Rio Bonito do Iguaçu, Pinhão, Guairaçá, Cruzeiro do Sul, São João do Caiuá, Candói, Guaraniaçú, Reserva do Iguaçu e Antonio Olinto;
  • 2012: Paraíso do Norte, Alto Paraná, Rio Negro, Terra Rica, Porecatu, Nova Londrina, Primeiro de Maio, Contenda, Almirante Tamandaré, Sertanópolis e Loanda.
  • 2013: Adrianópolis, Tunas do Paraná, Cerro Azul, Doutor Ulysses, Campo do Tenente, Paiçandu, Iguaraçu, Ângulo, Marialva, Floresta, Itambé, Bela Vista do Paraíso, Centenário do Sul, Miraselva, Cafeara, Lupionópolis, Alvorada do Sul;
  • 2014: Lapa, Mandaguaçu, Rolândia, Piên, Mandaguari, Cambé, Sarandi, Rio Branco do Sul, Prado Ferreira, Nova Esperança, Colombo, São José dos Pinhais e Guaraci.

Principais ações


Principais ações do projeto

  • Consulta local ao acervo;
  • Empréstimo domiciliar de livros;
  • Atividades que incentivam a formação de leitores: contação de histórias, rodas de leitura e oficinas.

Objetivos


Objetivos

  • Facilitar o acesso do público, especialmente nas periferias das grandes cidades, aos serviços de biblioteca;
  • Formar leitores e promover a melhoria da qualidade de vida através do acesso à informação;
  • Encurtar a distância ente o leitor e o livro.

Contato


* Campos Obrigatórios