Sesc PR recebe Estação Saudade, em Ponta Grossa

_btr4824-2

Na sexta-feira (12), o Sistema Fecomércio Sesc Senac PR e a prefeitura de Ponta Grossa assinaram a escritura pública que concede a Estação Saudade ao Sesc PR. O prédio, tombado pelo patrimônio histórico do Paraná, será restaurado e transformado em unidade de cultura do Sesc, nos mesmos moldes como foi feito com o Sesc Paço da Liberdade, em Curitiba, e com o Cadeião, em Londrina.

A cerimônia de assinatura ocorreu dentro do próprio prédio concedido, tendo como presentes o presidente do Sistema Fecomércio Sesc Senac PR, Darci Piana, acompanhado do vice-presidente da Fecomércio PR, Ari Faria Bittencourt, e demais membros da entidade, além de representantes dos poderes executivo e legislativo de Ponta Grossa e do Estado, e de entidades empresariais e órgãos ligados ao Turismo e ao Patrimônio Histórico.

De acordo com o presidente do Sistema Fecomércio Sesc Senac PR, Darci Piana, os investimentos até entãorealizados pelo Sistema na cidade não condiziam mais com o crescimento da mesma. “Na minha consciência ainda faltava alguma coisa para Ponta Grossa, pelo crescimento, pela potencialidade que a cidade vem demonstrando nos últimos tempos”. Segundo Piana, graças à ferrovia, e à central ferroviária que passava por ali, Ponta Grossa é hoje conhecida no Brasil e fora dele.

Na opinião do prefeito Marcelo Rangel, a Estação Saudade foi o pré- dio mais importante da cidade. “Esse palácio já foi coração de Ponta Grossa, a alma da nossa cidade e seu principal símbolo de desenvolvimento e progresso a. Por aqui passaram homens e mulheres de bem, famílias que apostaram em Ponta Grossa Grossa, que se dedicaram. E nós estamos resgatando tudo isso,” comemora.

Construído em 1900, o prédio de 2.748 mil metros quadrados, divididos em dois pavimentos, foi desativado como estação em meados de 1980. A partir da concessão, o prédio será restaurado para abrigar programação cultural variada, com projetos de cinema, música, biblioteca, exposições, além de um Café-escola do Senac, com cursos na área de gastronomia.

De acordo com a Lei Municipal 12.465, o Sesc deve iniciar as obras em um prazo de 24 meses, com mais 24 meses para conclusão do restauro. Para o diretor regional da entidade, Emerson Sextos, o espaço, de tantas memórias, será transformado em local de novas histórias do Paraná. Durante a cerimônia, o deputado federal Sandro Alex (PSD) comunicou a destinação de verba para a restauração da locomotiva, atualmente localizada no Parque Ambiental, atrás da Estação Saudade. Ao término das obras de restauro da Estação, a locomotiva deverá ser colocada em frente ao prédio restaurado.

Entorno

O comércio do centro também será beneficiado com melhorias no chamado Quadrilátero Histórico, que compreende desde a Rua Fernandes Pinheiro (rua da Estação) até o Mercado Municipal. A região já está passando por um processo de melhoria de calçadas, iluminação e segurança. Além disso, o Sistema Fecomércio e o Sebrae/PR, com outras entidades parceiras, já implementou o projeto Rua da Estação, iniciativa que faz parte do Programa de Revitalização de Espaços Comerciais, presente em nove cidades do Paraná.

O projeto visa a recuperação do comércio da Rua Fernandes Pinheiro, com a melhoria das fachadas, qualificação dos empresários, além de cursos para os colaboradores dos estabelecimentos participantes, de forma a ampliar a qualidade no atendimento e efetividade das vendas.

A expectativa do presidente Darci Piana e dos empresários da região é que o comércio, os serviços e o turismo, além da população da região, sejam beneficiados com as ações já em andamento em Ponta Grossa.

Postado em: Institucional